• pt-br
  • en
  • es

3 Dicas do que Fazer em Puerto Iguazú para Fugir dos Passeios Tradicionais

0 0

A tríplice fronteira é rica em passeios e atrações. No lado argentino não faltam opções do que fazer em Puerto Iguazú. Os programas mais conhecidos e que não podem faltar no roteiro são as incríveis Cataratas do Iguaçu e os famosos restaurantes da cidade. Além disso, muitos não perdem a oportunidade de apostar a sorte nos luxuosos cassinos ou fazer umas comprinhas no Duty Free Shop.

Mas, a cidade conta com diversos outros atrativos que não são tão conhecidos, mas que valem a visita. Por isso, separamos 3 dicas do que fazer em Puerto Iguazú para fugir dos passeios tradicionais. Confira!

Güirá Oga

Com a nomenclatura em guarani, que significa “a casa dos pássaros”, o Güirá Oga é um refúgio de animais silvestres que resgata aqueles que foram vítimas de tráfico, atropelamentos ou estão feridos. Depois do tratamento adequado, o refúgio devolve os animais habilitados ao seu habitat natural.

Este passeio em Puerto Iguazú é feito com auxílio de um trator até o espaço onde ficam os animais. Os guias explicam como é o trabalho de recuperação, além de oferecer informações sobre as espécies de animais e plantas.

Além disso, o valor do ingresso é revertido para o mantimento do projeto, como a compra de alimentos dos animais e salário dos veterinários.

Ruínas de San Ignácio

Para quem curte história, esse é um dos passeios em Puerto Iguazú mais interessantes. As reduções das missões jesuíticas de San Ignácio são consideradas pela UNESCO um Patrimônio Natural da Humanidade.

Nas ruínas da obra que foi construída no século XVII é possível andar em meio aos espaços onde os guaranis viviam e relembrar a história do país. O local também conta com um museu.

La Aripuca

La Aripuca é uma réplica em grande escala da arapuca utilizada por indígenas com o objetivo de capturar animais para a alimentação. A estrutura possui 17 metros de altura e foi construída com cerca de 30 espécies nativas. Os troncos são provenientes de apreensões de comércio ilegal ou reaproveitamento de árvores que caíram, por exemplo.

Entre os objetivos da atração estão a conscientização da importância dos recursos naturais, incentivar o cuidado do meio ambiente e difundir a cultura, crenças e tradições da região.

Além da atração principal, o lugar também conta com outras 4 estruturas para visitação:

  • Tacurú: uma lojinha de artesanatos construída com pedras locais;
  • El Yateí: uma réplica da habitação de povos nativos. No interior, diversos produtos locais de pequenos produtores e artesãos locais estão disponíveis para venda;
  • Cucurucho: um pequeno bar que se destaca pelos sucos e sorvetes;
  • Termitas: um salão de eventos que segue os moldes e ideais da “La Aripuca”

Possui outras dicas do que fazer em Puerto Iguazú para fugir do tradicional? Compartilhe nos comentários!

Imagens: Latam.com, lleva.com.py, Stephen Travels, Puerto Iguazu.

Deixe um comentário

*

Navegar